08 março 2017

E se for verdade...


Cá estou eu. Sobrevoando nos meus pensamentos em cima da minha cama, num final de semana, lamentando a sua ausência. Tá difícil. Nunca pensei que depois de tanto tempo eu iria sentir isso novamente. E por outra pessoa. Como sou burro. Eu achei que eu tinha amadurecido o suficiente para aguentar outra decepção amorosa. Enganado estou.

Você agora fica longe. E quando se aproxima é para algum favor. Eu poderia muito bem aceitar e correr pros seus braços. Mais me recuo. E faço isso em nome da nossa própria imagem. Tá tão bom assim. Pra quê estragar?

E eu nem sei se estou realmente apaixonado por você. Não é porque vasculho suas redes sociais que significa que eu esteja apaixonado por você. Não é porque eu sinto falta, saudades, vontades que seja por amor. E se for verdade, que diferença faz? Você nunca me prometeu nada e não vai ser agora que vai prometer ficar do meu lado, mesmo não rolando nada.

E se for verdade mesmo de que eu esteja apaixonado por você, desculpas. Libriano só toma no cu com relações amorosas. E isso é inquestionável. E se for verdade, um dia passa. Se Deus quiser!

Claro que você faz falta no meu dia a dia. Tenho medo de que você se solte demais e  mais do que o limite e se estrague atoa.

Mais vai passar. Já vivi isso uma vez e superei, num superei? Pois. E se isso for verdade amém. Dizem que as pessoas só crescem na vida se o amor estiver presente. Fisicamente ou não. E se for verdade mesmo, tranquilo. A vida foi feito pra isso. E talvez você foi feito pra mim.

E se isso for verdade, que  recíproco como o nosso último olhar. E se você estiver lendo isso, você  vai saber do que estou falando.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua visita e também por compartilhar os posts do blog. Obrigado por deixar suas opiniões e claro, volte sempre.