25 maio 2015

O recado que eu lhe mando, e os agradecimentos que lhe deixo.



Olha só pra nós dois. Um distante do outro. Como se nunca nos conhecemos. Como se o ano de 2011 não ficou marcado em nossos corações. E marcou, tenho certeza. Eu já falei isso milhaaaares de vezes por aqui e os meus leitores já estão enjoados de ouvir (ler) que eu me decepcionei bastante desde que aquele ano se foi. Hoje eu vou contar tudo o que eu não contei sobre o finalzinho daquele ano.

“ Eu lembro como se fosse hoje, você chegando na escola para receber os resultados finais. Meu coração acelerou quando alguém falou que você se aproximava, e ao me virar, me passou na cabeça uma espécie de final de filme, quando a história está no finalzinho e, com uma musiquinha de plano de fundo ( que por sinal só existiria na minha cabeça), eu vi você se aproximar com um sorriso na boca, e os olhinhos brilhando. Estendi a minha mão e lhe entreguei algumas provas que eu fiz questão de guardar para lhe entregar assim que você chegasse. E chegou. Chegou me deixando saudades e sem me dá muita atenção foi cumprimentar outras pessoas do nosso grupinho. Áhhh, que saudades deles agora.

 Depois eu fui embora pra casa. Com cabeça baixa, eu logo comecei arrumando ás minhas coisas pra viajar para casa da minha mãe. Nessas arrumações eu encontrei algumas provas em duplas que você sempre fazia questão de fazer comigo. Guardei-as como se eu estivesse guardando um documento valioso. Não era um documento valioso, mais era o seu nome escrito naquele simples papéis. Nelas tinha um pouco das suas letras, e por bagunça da minha cabeça eu pude sentir o seu perfume nas folhas. E chorei quietinho. Eu nunca havia sentido aquilo por ninguém mais, e confesso que até hoje eu não sinto isso por ninguém. Eu realmente estava (e ainda estou) apaixonado por você.

Anos se passaram e eu continuei te amando. Ainda sinto aquele frio na barriga toda vez que nos encontramos ruas afora. Claro que eu tentei de tudo para mudar isso, só que eu não consegui. Algumas pessoas até me falaram que o que sinto por você é uma obsessão. Que nada... Eles falam isso porque não sabe o que realmente eu sinto dentro de mim. Até hoje eu posso ouvir sua voz no meu ouvido, sentir sua mão me tocar e sentir o seu cheiro, que não sei se hoje continua o mesmo. Mais deve continuar.


Olha só, eu vim aqui para deixar um recado que em meio á todos esses tropeços eu conseguir ser forte. Eu consegui me relacionar tranquilamente com outras pessoas, e até me apaixonar de novo, só que eu queria que você soubesse que nenhuma delas me marcou o quanto você me marcou. Eu quero lhe mandar um recado dizendo que eu ainda te amo, mesmo dando uma de que não sente nada por você e nem ninguém.

 E ao mesmo tempo lhe agradeço por me mostrar o lado meu diferente. Esse lado de um cara arriado por uma mulher. E muito obrigado pelos dias em que rimos juntos, e pelas palavras que um dia eu consegui ouvir de você, e lhe dizer que por sua causa eu, hoje, tenho forças pra buscar algo melhor pra mim, ou talvez pra nós. E que algum dia você possa voltar, e ver que eu não sou o que você pensa que sou. E que não possa ligar para as opiniões dos outros, porque se eu fosse pelos conselhos que eles me deram eu não estaria aqui, mais uma vez, escrevendo meus sentimentos para pessoas desconhecidas. E obrigado á vocês senhores, senhoras desconhecidos. Sem vocês eu não conseguiria chegar até este ponto do texto, que pode até ter ficado meio confuso, mais podem ter certeza: foi escrito com muito, mais muuuuito amor.”

4 comentários:

  1. Você tem um talento maravilhoso para escrever textos!
    Abraços!

    • Blog: http://www.ricknegreiros.com.br/
    • Canal: https://www.youtube.com/ricknegreiros

    ResponderExcluir
  2. Muito amor por esse texto ♥, mandou muito bem, mais uma vez Rafa! Você escreve maravilhosamente bem. Parabéns viu!
    Beijos!
    penultimooandar.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muuuito obrigado Rafa (Xará) kkk
      Beijos princesa ♥

      Excluir

Obrigado pela sua visita e também por compartilhar os posts do blog. Obrigado por deixar suas opiniões e claro, volte sempre.