21 novembro 2015

Perdoa-me


Eu não vim aqui para me humilhar, pra me rebaixar, muito menos me fazer de coitado. Eu vim aqui para te pedir perdão por ser grosso na maioria das vezes, e por ser tão infantil na outra maioria. Eu vim aqui para pedir perdão daquilo que não fiz, e daquilo que ando fazendo sempre quando te vejo ali, parada na minha frente. Eu vim aqui para lhe pedir perdão e mais paciência para tentar me conhecer um pouco mais.

Eu vim aqui para pedir perdão da minha cara fechada, da minha falsidade (oi falsiane!), do meu berro mesmo sem abrir a boca e da minha incapacidade de tentar entender de que se não deu, bola pra frente rapaz. Eu sou assim: meio bipolar de vez enquanto, e ninguém mais do que eu sofre tanto por isso acontecer.

Eu vim aqui para pedir desculpas dos momentos em que eu não soube usar as palavras corretas nas oportunidades que eu tive para dizer. Também, com essa “pressão” em cima de mim, não podia ter agido diferente. Mais ok! Você não é a primeira e nem vai ser a única que vai me “trocar por outro cara” porque eu não tomei as atitudes que devia ter tomado. Também, com essa timidez toda, quero ver até aonde eu vou chegar...

E eu queria chegar. Chegar mais perto de você, te abraçar, sentir aquele perfume apagado no cangote enquanto te desejava um bom dia de todos os sábados. Queria poder chegar a algum lugar, mas com você do meu lado. Tudo bem, eu posso sim está sendo um babaca por agir assim, mas é o que eu sonhei nesses últimos meses para nós.


Queria te pedir desculpas por não sonhar isso ao seu lado. E quer saber? É melhor do jeito que está. Eu não tenho condições psicológicas para aguentar algumas coisas, e isso iria piorar – ou até mesmo não dá certo – a nossa relação. Mais tudo bem. Eu só vim aqui lhe pedi desculpas. Desculpas do que aconteceu no passado, do que está acontecendo no presente e no que pode acontecer no futuro. Depois, láááá na frente, você vai enxergar que o meu afastamento teve um motivo maior do que seu novo relacionamento. E talvez, quem sabe, me entender. E me perdoar. 

3 comentários:

  1. Lindo texto!
    Profundo e reflexivo...perdoar, pedir desculpas, tão dificil para nós seres (des) humanos!
    Beijos U&B
    Adriana
    www.unhasebocas.blogspot.com.br
    Instagram @blogunhasebocas
    https://www.facebook.com/pages/Unhasbocas/477832645611169?fref=ts

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Sério. Nesses dias só tenho lido coisas que são um tapa na cara pra mim. Lindo texto. Pedir e aceitar perdão é uma atitude nobre.
    Boa semana.

    http://jj-jovemjornalista.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Obrigado pela sua visita e também por compartilhar os posts do blog. Obrigado por deixar suas opiniões e claro, volte sempre.