30 abril 2013

TEXTO: No Vidro Embaçado Do Banheiro.


Antes de dormir decidir tomar um banho. Estava cansado de mais um dia longo e corrido. Realmente um banho naquele momento me cairia muito bem. Coloquei aquela nossa música, nunca falei isso pra ninguém mais sempre que vou tomar um banho que coloco a nossa música. Aquela que sempre colocávamos quando iríamos tomar banhos juntos. Parecia até a nossa trilha sonora. Daqueles de filme americanos. Ta ai. A nossa história foi isso. Vivemos um filme americano. Hoje eu até me orgulho em falar isso. Orgulho-me porque o que vivemos foram momentos marcantes. Algo que não se some assim de repente.

A água está estupidamente quente. Estava frio, precisava relaxar um pouco antes de preparar aquele chocolate quente, sentar-se à mesa do meu quarto e passar horas trabalhando, como de costume. No vidro ( Box), estava embarcado. Se você estivesse no banho comigo, com certeza iria fazer aquele coração enorme e colocar nossos nomes, e logo em baixo escrever: I LOVE YOU. Mais não. Você não estava mais por ali para fazer aquilo.

Sem perceber, fiz a mesma coisa. A música me lembrava você, e ao mesmo tempo me inspirava para fazer aqueles corações, que agora ganhava outro símbolo e outra palavra. Era um coração em volta com uma carinha triste, e no lugar do I LOVE YOU eram SAUDADES.

A  musica para, e parece que acordei de um sonho. Ao perceber o que havia escrito, apaguei imediatamente. Não sei se você ainda faz isso, ou se você ainda lembra-se disso. Só sei que eu não consigo esquecer. Isso é sinal de que tudo que você fez, sempre ficaram na minha memória. E que eu ainda nunca conseguir esquecê-la sempre que ver o vidro do banheiro embarcado.

Autor: Rafael Vianna . 


3 comentários:

  1. que lindo texto!
    amei a reflexão!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Meu Deus, eu imaginei a cena perfeita para esse texto! Muito bom! *-*

    Beijos
    macaaverdee.blogspot.com

    ResponderExcluir

Obrigado pela sua visita e também por compartilhar os posts do blog. Obrigado por deixar suas opiniões e claro, volte sempre.